Harry Potter Pride RPG 4.0 - HP Forum
Membro? >> Faça Login
Visitante? >> Bem vindo! Registre-se e começe a jogar!

Aula de Astronomia Nv3: Cometa Halley

Ir em baixo

Aula de Astronomia Nv3: Cometa Halley

Mensagem por Dave Eklundh Harrington em Sex Nov 25, 2011 11:08 pm

Alguns dias antes da segunda aula, eu espalhei anotações por boa parte do castelo, falando sobre o horário da aula.

Spoiler:

Após tudo pronto, era apenas questão de tempo até que os alunos vissem. Então, no dia da aula, tudo corria tranquilamente, e eu me perguntava quantos compareceriam a aula. Passei boa parte do dia na torre de astronomia, fazendo algumas preparações. Pessoas que passavam por lá provavelmente pensavam que algo de errado pudesse estar acontecendo.

Finalmente estava chegando a hora. Após algumas voltas pelos arredores do colégio, voltei para a torre, e eram 23:56. Naquele momento, se encontravam dois alunos da Sonserina, um garoto e uma garota e um rapaz da da Lufa-Lufa. Os cumprimentei e abri a porta para que pudessem entrar. O local estava escuro, impossibilitando uma boa visualização do que havia sido preparado.

-Tomem cuidado por favor, não quero ninguém se machucando.

Após os três se sentarem, alguns pontos brilhantes surgiram em nossa volta. Ainda era difícil para eles dizerem o que haveria de vir. O tempo ainda não havia passado e enquanto esperava, fuçava algumas coisas e acabei encontrando uma barra de chocolate que havia trazido de uma loja próxima a minha casa. Ofereci para os alunos presentes, que aceitaram sem hesitar.

-Bem senhores... e senhora. São 23:59 e espero que o som do sino não os incomode tanto quanto incomodará os que ainda dormem.

Os alunos permaneceram quietos, e eu andei até o fundo da sala. Nesse tempo, duas alunas da Grifinória entraram na sala e em seguida um aluno da Corvinal..

-Sejam bem vindos. E boa noite.

Enquanto dizia, pegava um equipamento. O relógio apitava, indicando que já era meia-noite. De repente, o som estrondoso de um sino ecoava por todo o castelo. Os alunos na sala tomaram um susto e tentaram abafar o som tapando os ouvidos. Enquanto o sino continuava a badalar, peguei uma guitarra que também havia trazido de casa e comecei a tocar. O som também ecoou por todo o castelo.

Spoiler:

Conforme a música era tocada, algumas luzes se acendiam momentaneamente e se apagavam de novo, assim como em um show. Para aqueles que estavam na sala era possível visualizar o “universo” em sua volta. Era como se relâmpagos permitissem que pudessem ver algo, e depois a luz acabasse. Mas ainda assim, aparentavam estar maravilhados com tanto brilho e tanta beleza. Os planetas podiam ser vistos de uma ponta da sala até o local onde eu estava tocando, balançando a cabeça ao som da música que tocava. O realismo dos planetas, estrelas e satélites era tanto que os alunos pareciam se encantar a cada segundo. Grupos de alunos iam entrando na sala, alguns com aparência sonolenta, outros tomados pelo susto. Um ou outro parecia animado ao som da guitarra que ecoava por todo o colégio. Era um verdadeiro show dentro daquela torre de astronomia, o que os deixava impressionados. Provavelmente nunca tiveram uma aula assim. Antes mesmo da música terminar, todos os alunos já se encontravam na sala (e suspeitava que alguns que não deveriam assistir a aula também estavam lá por curiosidade). Todos se depararam com a cena do professor balançando a cabeça como louco.

Spoiler:

Ao fim do show, joguei a guitarra no ar e com um puxo rápido da varinha, disse “Incendio”, fazendo com que a mesma pegasse fogo. Por fim subi em uma mesa qualquer e continuei a “banguear” como fazia antes. Após todos ficarem boquiabertos com a apresentação épica, desci da mesa, ajustei as roupas, e com um aceno de varinha, fiz com que algumas velas se acendessem.

-Boa madrugada para os atrasados, e desculpem pelo susto. Mas espero que tenham gostado da pequena apresentação.

-Professor, e essa guitarra aqui pegando fogo? – Dizia um aluno da Grifinória.

Notei que o fogo aos poucos começava a se espalhar. Corri desesperado até o mesmo e tentava pisar na esperança de que o fogo apagasse.

-Droga, droga, droga...

Alguns alunos começaram a rir da situação, até que um se manifestou.

-Professor, porque você não usa a varinha?

Por um momento me senti meio estúpido. Puxei a mesma e disse “aquamenti”. O fogo se apagou enquanto alguns alunos se divertiam com o acontecido. Ajeitei de novo as roupas e dei uma tossidinha.

-Isso não aconteceu, certo?

Após dizer isso, ri junto com os alunos e voltei para a frente Então, comecei a falar sobre a matéria, enquanto sentava em cima de uma mesa.

-Bem, hoje não falaremos necessariamente sobre planetas ou coisas do gênero. Falaremos sobre um acontecimento que pode ser um tanto interessante. Estaremos falando sobre o cometa...

Fui interrompido por uma aluna da Lufa-Lufa.

-Halley? Se for, eu sei tudo sobre ele. Adoro o assunto. Suas aparições ocorrem a cada 76 anos, aproximadamente, tendo sido a primeira vez registrada em 240 a.C. Sua próxima aparição provavelmente será no ano de 2061 e sua última aparição foi em 27 de Novembro de 85. O cometa...

-Acalme-se mulher. Ou assim eu não dou aula. Mas gostei da sua iniciativa e de ter estudado sobre o assunto. Mas aposto 100 galeões de que você não sabe tudo sobre o cometa. Alguns de vocês saberia dizer qual a relação do Cometa Halley com o mundo bruxo?

A sala ficou calada. A luz diminuiu drasticamente, possibilitando que um único brilho se intensificasse pelo local. Com ajuda de magia, era possível fazer uma espécie de simulação do cometa. Com a pouca iluminação, a sala ficava com um aspecto totalmente sombrio.

-Bem, diz a lenda que tudo começou numa época em que bruxos já existiam, porém, faziam parte de um número extremamente pequeno e que viviam sempre escondidos. Naquela mesma época, algumas religiões já existentes, acreditavam no chamado 'Sabbath'. No caso, para os bruxos da época, o Sabbath era um momento de reunião e comunhão religiosa entre bruxas, onde se praticava uma celebração e onde havia uma comunicação com os seres espirituais de onde provem o seu poder e existência. Alguns livros raríssimos diziam que o próprio demônio surgia na forma de um bode negro. Era durante o Sabbath que simples feiticeiras se tornavam bruxas de verdade.

-Qual a diferença entre uma feiticeira e uma bruxa - perguntou um sonserino.

-Falando de modo “grosso”, feiticeiras são bruxas que ainda não haviam realizado um certo ritual. Esse ritual consistia em entregar o corpo para o tal 'bode', em troca de total poder. Felizmente os tempos mudaram, coisas assim são necessárias, bruxos não tem essa relação toda. E é claro, é só uma lenda. - Alguns alunos riram. - Mas voltando a história, diz a história que em uma certa comemoração deste tal Sabbath, havia uma feiticeira de extrema beleza. Era tão linda que o próprio demônio se apaixonou pela jovem. Porém, nem ele mesmo era capaz de fazê-la se render. A garota tinha uma mente muito poderosa... e também muito gananciosa. A jovem, com o objetivo de se torna ruma bruxa extremamente poderosa, tinha três condições para que o outro pudesse 'desposá-la'.

Essas três condições eram: Primeiro, que ela tivesse mais poder que qualquer um que existisse, mais poder até mesmo que o próprio demônio. Segundo, que ela se tornasse imortal. E terceiro, que sua beleza nunca acabasse, que fosse tão bela a ponto de despertar desejo tanto em homens quanto mulheres, que possuísse um brilho tão intenso que deixaria a todos espantados com tal magnificência. O outro a prometeu isso tudo, e então , naquela noite, se transformou em bruxa. O trato havia sido feito, e a mesma, tomada pela cobiça, desejou fortemente que todo o mundo se curvasse perante a ela. Que o próprio bode se ajoelhasse. Com aquele poder em mãos, nada seria impossível, mas ela não esperava por um simples fato. O bode lhe disse: “Um ser tão imprestável, com tanta beleza e tanta arrogância. Não mereces pisar na terra onde piso. Não mereces nenhum poder, bruxa maldita. Não mereces nem mesmo vir queimar no mais profundo abismo do inferno comigo. Quer poder, que tenha poder. Quer viver para sempre, que viva para sempre. Quer ser bela, que sua beleza brilhe pela eternidade... enquanto vaga pela imensidão do universo, caminhando só, para toda o sempre, sofrendo a dor de mil homens pecadores.”

Após tal acontecimento, a bruxa morreu e sua alma foi aprisionada dentro de um cometa. O motivo de aparecer a cada 76 anos é relacionado, muito provavelmente, disso ter ocorrido lá para o ano de 76 d.C, desbancando a ideia de que o cometa surgiu em 240 a.C. O nome “Halley” foi criado por trouxas. Diz a lenda que todos que presenciam o cometa tem direito a três pedidos, mas que, hora ou outra, cada um deve pagar de alguma forma.

Dizem também que alguns bruxos mais... "notáveis" (e não é falando de forma boa) revelam alguns poderes extraordinários, fora do comum, durante o ano do cometa.


Fiquei sério um momento e notei que alguns alunos apreciam estar amedrontados.

-Mas é tudo história pra fazer criança dormir. Mas ainda assim, quero um dever sobre isso. Primeiro, quero que falem sobre o Cometa Halley. Quero o máximo de informações o possível.
Segundo, quero que façam um resumo da história contada, digam quais seriam seus três desejos se vissem o cometa e o que cham que seria o tal “pagamento”.

Bem, talvez a história não tenha muito a ver com astronomia, mas é sempre bom ter algum conhecimento,não acham?

Por hoje é só. Voltem para seus dormitórios com cuidado, e em tragam o exercício depois. Boa noite.


Após alguns alunos falarem comigo e saírem da sala, desfiz todo aquele “universo”, e fui embora.

__________________

Sophie Turner & Maisie Williams - Suas lienndas -q /o/
avatar
Dave Eklundh Harrington
Execução de Leis da Magia
Execução de Leis da Magia

Mensagens : 296
Masculino Respeito às regras :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 13/03/2010
Idade : 28

Registro Bruxo
Personagem: Preencha aqui o nome completo do seu personagem
Nível: 0
Casa de Hogwarts:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum