Harry Potter Pride RPG 4.0 - HP Forum
Membro? >> Faça Login
Visitante? >> Bem vindo! Registre-se e começe a jogar!

Defesa Contra as Artes das Trevas [Aula I] - Vlad Thren

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Defesa Contra as Artes das Trevas [Aula I] - Vlad Thren

Mensagem por Vlad Thren em Seg Abr 30, 2012 12:17 am

O garoto prestou atenção durante toda a aula, tentando não perder uma única palavra do que o professor dissera e anotando as falas que o garoto considerava de extrema importância. E quando o professor terminou de falar e ordenou aos alunos que fizessem uma dupla com algum aluno de sua casa, o garoto virou para o lado direito onde estava sentando um sonserino e perguntou:
- Quer fazer dupla comigo?
- Tanto faz.
Os dois sonserinos ficaram um de frente ao outro e então com a varinha já em riste, Vlad, apontou para o garoto à sua frente e fez um meio arco de baixo para cima com a varinha, descendo rapidamente a mesma até o peito do colega, que foi onde iniciara o movimento da varinha e então falou claramente “Petrificus Totalus” e então um pequeno brilho acinzentado apareceu na ponta de sua varinha, mostrando claramente que a sua tentativa falhara.
- Aposto como eu acertaria na primeira. - A dupla de Vlad falava desdenhosamente olhando a ponta da varinha do garoto, que acabara de falhar em sua tentativa de realizar um feitiço.
Agora com raiva pelo insulto de seu colega, o garoto se concentrou mais ainda e novamente apontou a varinha para o peito de seu colega e mais rápido que nunca fez um movimento com sua varinha em meio arco de baixo para cima e desceu rapidamente a varinha para o peito do menino à sua frente e ao pronunciar claramente as palavras “Petrificus Totalus” instantaneamente um lampejo irrompeu de sua varinha e foi em direção ao peito do colega, que ao ser atingido ficou totalmente petrificado, mas continuava a movimentar os olhos para os lados à procura do professor.
- Não, não, ainda tem mais oito tentativas, seu inútil. - com um sorriso no canto de sua boca, o garoto sibilou com ferocidade para o colega petrificado à sua frente, que com os movimentos frenéticos dos olhos mostrou seu espanto e medo.
Nas próximas oito tentativas de usar o feitiço as coisas foram praticamente iguais, o garoto apontava sua varinha para o peito de seu colega e fazia um movimento bem rápido com a sua varinha igual e mais rápido que nas duas primeiras tentativa e pronunciava claramente as palavras “Petrificus Totalus” e o lampejo acinzentado saia da ponta de sua varinha e atingia o seu colega, que a cada tentativa ficava mais desesperado. Ao terminar de fazer suas dez tentativas, o garoto caminhou calmamente em direção ao professor e então disse:
- Professor, meu colega está petrificado, poderia despetrificar ele? Ele ainda não fez nenhuma tentativa e não temos muito tempo...
- Muito bem senhor...
- Thren. Vlad Thren. - Concluiu a frase de seu professor, estendendo a mão rapidamente para a sua frente.
- Muito bem Thren. Acompanhei-o daqui, belo feitiço, não esperava que fosse acertar na segunda tentativa. Mas por que não usou o contrafeitiço? - O professor estendeu seu braço, cumprimentando o aluno à sua frente.
- Bom, apesar de eu já ter lido sobre Petrificus Totalus e Finite Incantatem, eu não fiquei muito seguro se o senhor me permitiria usar Finite Incantatem na aula em que você só pediu Petrificus Totalus... - Falava para o professor à sua frente, um pouco envergonhado enquanto ele erguia sua varinha e fazia um ligeiro movimento com a mesma e um lampejo saiu de sua varinha, atingindo seu colega e despetrificando-o.
Com um sorriso representando agradecimento, o garoto saiu em direção onde se encontrava seu colega, que no momento tremia de medo. Ele fez as dez tentativas, mas não conseguiu nenhuma, na primeira tentativa ele estava com a mão tão trêmula que deixou cair sua varinha.
Como seu colega não conseguiu nenhuma tentativa e foi mais rápido do que ele imaginara, ele pegou um pergaminho na mochila e uma pena, que magicamente sempre estava com tinta em sua ponta, então começou a escrever a diferença entre azaração e maldição.

“Todo bruxo tem três vertentes, a liberdade, o conhecimento e a vida, e a partir do momento que uma magia impede alguma dessas vertentes ela é considerada uma maldição. Exemplos de maldições bem conhecidas no mundo bruxo são as três Maldições Imperdoáveis (não há contrafeitiço para nenhuma das três Maldições Imperdoáveis), a Maldição Imperius (que impede a liberdade, pois a pessoa que a usou toma controle do alvo e o único modo de sair da maldição é tentando resistir a ela), a Maldição Cruciatus (que impede o conhecimento, já que se usada muitas vezes ou por tempo demasiado grande causa loucura e o efeito dessa maldição é a dor, ou seja, ela tortura o alvo) e a Maldição da Morte (que impede a vida, já que mata o alvo, instantaneamente).
A azaração é mais simples e inofensiva, pois sua principal função é causar dano ao alvo, como por exemplo, machucar, petrificar e várias outras coisas. Exemplos bem conhecidos, Cara-de-Lesma (faz com que a vítima vomite lesmas e não há contrafeitiço, o único jeito de cessar o vômito é vomitando todas as lesmas) e Petrificus Totalus (deixa o alvo impossibilitado de fazer movimentos, seu contrafeitiço é bem comum, Finite Incantatem).
Resumindo, maldição é a magia que impede a liberdade, o conhecimento ou a vida e azaração é a magia cuja função é causar dano ao alvo.

Vlad Thren”


Ao terminar de escrever em seu pergaminho o garoto fechou-o e colocou uma fita verde com sua assinatura escrita em volta do pergaminho, dando um nó na fita e seguindo ligeiramente em direção à mesa do professor, onde já havia alguns pergaminhos sobre a mesa, e repousou calmamente seu pergaminho na mesa do professor e voltou para sua carteira na mesma velocidade que entregou o pergaminho ao professor, sentando-se e esperando a sineta tocar.
Após alguns minutos de espera, a sineta tocou e a maioria da sala correu para a mesa do professor jogando seus pergaminhos de qualquer jeito na mesa, ignorando a correria à sua volta o garoto andou calmamente em direção à saída porta da sala de aula e ao sair da sala continuou caminhando com a mesma velocidade em direção ao Salão Comunal da Sonserina.

Vlad Thren
Sonserina
Sonserina

Mensagens : 6
Masculino Respeito às regras :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 19

Registro Bruxo
Personagem: Vlad Thren
Nível: 1
Casa de Hogwarts:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum